Uniandes
Funes
Ministerio de Educacion
Funes

O desenho na educação do homem novo brasileiro: alfabetização gráfica à visibilidade dos fundamentos das artes e das ciências

Costa , Gláucia Maria (2016). O desenho na educação do homem novo brasileiro: alfabetização gráfica à visibilidade dos fundamentos das artes e das ciências. Revista de História da Educação Matemática, 2(2), pp. 6-38 .

[img]
Vista Previa
PDF - Versión Publicada
Disponible bajo la licencia Creative Commons No Comercial Sin Derivar.

364Kb

URL Oficial: http://www.histemat.com.br/index.php/HISTEMAT

Resumen

O artigo traz elementos que subsidiam a História da Educação em Desenho, além de abordar o Desenho como disciplina escolar, traz sua compreensão enquanto método de alfabetização gráfica, no sentido de aprendizado do ler e escrever pela representação do mundo e das ideias pelo Desenho, linguagem importante para a formação do homem novo, fruto das ideias iluministas. Essa linguagem dá visibilidade e socializa os fundamentos das Artes (prática) e das Ciências (especulação), desde as escolas de primeiras letras oitocentistas. O artigo analisa e organiza a gênese dos fundamentos, das propostas pedagógicas e do papel social do Desenho no contexto iluminista e revolucionário francês, e mostra os reflexos destes eventos na educação no Brasil Imperial, no século XIX. Pela vertente da história da educação, o estudo estabelece correlação entre as propostas pedagógicas que destacaram os fundamentos didáticos do Desenho e incentivaram a sua presença na instrução pública Europeia com a consequente batalha brasileira em implantar o seu sistema de ensino e assim promover a reforma no tecido social. O Desenho Linear chegou às escolas primárias, secundárias e profissionais como um método de alfabetização gráfica necessária e à disposição das artes e das ciências, aqui em especial a Geometria. Os ideais iluministas franceses de socialização do Desenho, a partir das escolas primárias, desfazem a ideia de que nas escolas públicas de primeiras letras, inclusive a brasileira, só se ensinava o ler, o escrever e o contar, pois desenhar também era prioridade para aprimoramento dos sentidos, do gosto e desenvolvimento de habilidades gráficas para visibilidade das coisas, do mundo e das ciências. O Desenho Linear chegou como uma proposta de alfabetização gráfica, como processo importante para a formação do sujeito à compreensão das ciências, à aquisição de técnicas e à apreciação estética, na capacitação do homem novo em prol do progresso e da moralização da nação.

Tipo de Registro:Artículo
Términos clave:13. Matemáticas escolares > Geometría
11. Educación Matemática y otras disciplinas > Historia de la Educación Matemática
11. Educación Matemática y otras disciplinas > Educación Matemática desde otras disciplinas
Nivel Educativo:Educación Secundaria Media (17 y 18 años)
Educación Secundaria Básica (13-16 años)
Educación Primaria (7-12 años)
Código ID:28830
Depositado Por:Monitor Funes 1
Depositado En:28 Jun 2022 14:15
Fecha de Modificación Más Reciente:28 Jun 2022 14:15
Valoración:

Personal del repositorio solamente: página de control del documento


Comentarios

Agregar Comentario