Uniandes
Funes
Ministerio de Educacion
Funes

Movimento de decolonialidade de gênero nas aulas de matemática: o trabalho com Tecnologias Digitais (TD)

Rosa, Maurício; Sachet, Bruna (2021). Movimento de decolonialidade de gênero nas aulas de matemática: o trabalho com Tecnologias Digitais (TD). Bolema: Boletim de Educação Matemática, 35(71), pp. 1246-1274 .

[img]
Vista Previa
PDF - Versión Publicada
Disponible bajo la licencia Creative Commons No Comercial Sin Derivar.

928Kb

URL Oficial: https://www.scielo.br/j/bolema/

Resumen

Investigamos de que modo problematizações podem emergir de uma prática pedagógica decolonial que utiliza memes misóginos e a reflexão matemática sobre questões de gênero, com recursos digitais, em uma aula de matemática do 1º ano do Ensino Médio. Partimos da concepção de gênero como uma forma de colonialidade. Nessa perspectiva, vamos ao encontro da decolonialidade que atua para desestabilizar a ideia colonial, percebendo a concepção de gênero pela necessidade de se questionar os padrões eurocêntricos. Assim, nesse estudo, o grupo de participantes resolveu atividades com memes e com Google Trends, discutindo aspectos relativos à concepção de gênero, principalmente, pela matemática. Buscamos, sob uma abordagem qualitativa, investigar por meio da matemática com Tecnologias Digitais (TD) uma prática que venha problematizar a concepção de gênero, promovendo a consciência de valores e dos direitos humanos. Nesse artigo, apresentamos um recorte da prática, a qual foi protagonizada por um grupo de estudantes. A problematização começou a ser constatada em um primeiro momento de atividades, pois a imagem que um aluno tinha da mulher continha traços da colonialidade, ou seja, traços de inferiorização, subalternização e invisibilidade da mulher. Mas, no decorrer da pesquisa, esse mesmo aluno demonstrou resistência à colonialidade, questionando, problematizando os padrões de beleza e comportamento feminino impostos pela sociedade. Por meio das práticas de propor um ambiente de discussão com memes e análise crítica dos gráficos gerados pelo Google Trends, as problematizações da concepção de gênero foram efetuadas de modo a tornarem-se potencializadas pela matemática com TD.

Tipo de Registro:Artículo
Términos clave:04. Alumno > Diversidad > Género
03. Aula > Recursos didácticos > Recursos informáticos > Internet
07. Enseñanza > Planificación del profesor > Metodología de enseñanza > Análisis y reflexión sobre la enseñanza
03. Aula > Recursos didácticos > Recursos informáticos > Software
Nivel Educativo:Educación Secundaria Básica (13-16 años)
Código ID:27159
Depositado Por:Monitor Funes 3
Depositado En:31 Jul 2022 21:00
Fecha de Modificación Más Reciente:13 Sep 2022 10:55
Valoración:

Personal del repositorio solamente: página de control del documento


Comentarios

Agregar Comentario