Uniandes
Funes
Ministerio de Educacion
Funes

A organização didática dos professores bilíngues marcada pelo seu habitus

Morás, Nadjanara Ana Basso; Nogueira, Clélia Maria Ignatius; Farias, Luiz Marcio Santos (2022). A organização didática dos professores bilíngues marcada pelo seu habitus. EM TEIA - Revista de Educação Matemática e Tecnológica Iberoamericana, 13(2), pp. 1-17 .

[img]
Vista Previa
PDF - Versión Publicada
Disponible bajo la licencia Creative Commons No Comercial Sin Derivar.

261Kb

URL Oficial: https://periodicos.ufpe.br/revistas/emteia/index

Resumen

O objetivo deste estudo foi identificar se as organizações didáticas dos professores bilíngues (surdos e ouvintes), de uma mesma escola bilíngue de surdos, apresentam escolhas diferentes de ostensivos, particularmente, relacionadas às suas especificidades. Para empreender essa identificação, apoiamo-nos nas noções de habitus e de campos propostas por Pierre Bourdieu (2004a), e também em alguns elementos da Teoria Antropológica do Didático de Yves Chevallard (1999), em especial, as noções de organizações matemática e didática, e de objetos ostensivos e não ostensivos. Percebemos que as organizações didáticas dos professores bilíngues (surdos e ouvintes) estão próximas da explicação de Bourdieu a respeito de habitus, ou seja, da incorporação de uma determinada estrutura social pelos indivíduos, influindo em seu modo de sentir, pensar e agir.

Tipo de Registro:Artículo
Términos clave:07. Enseñanza > Planificación del profesor
12. Investigación e innovación en Educación Matemática > Marcos teóricos > Didáctica francesa
13. Matemáticas escolares > Números > Estructuras numéricas > Números naturales
05. Profesor > Desarrollo del profesor
Nivel Educativo:Educación Primaria (7-12 años)
Código ID:32522
Depositado Por:Monitor Funes 1
Depositado En:05 Jul 2023 16:10
Fecha de Modificación Más Reciente:05 Jul 2023 16:10
Valoración:

Personal del repositorio solamente: página de control del documento


Comentarios

Agregar Comentario