Uniandes
Funes
Ministerio de Educacion
Funes

Aspectos históricos da educação matemática escolar indígena no Brasil

Sebastiani, Eduardo; Correa, Roseli de Alvarenga (2011). Aspectos históricos da educação matemática escolar indígena no Brasil. En Matos, José Manuel; Saraiva, Manuel Joaquim (Eds.), Actas do I Congresso Ibero-Americano de História da Educação Matemática (pp. 207-220). Caparica, Portugal: Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

[img]
Vista Previa
PDF - Versión Publicada
Disponible bajo la licencia Creative Commons No Comercial Sin Derivar.

1011Kb

URL Oficial: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/13532...

Resumen

Pretendemos abordar, neste texto, no âmbito da história da educação escolar indígena, aspectos da história da educação matemática escolar indígena em momentos marcantes da política nacional brasileira. Destacamos no texto as várias fases dessa educação desde o período colonial, onde a educação para os índios foi, praticamente, assumida pelos jesuítas, continuando, após, no período republicano, com outras congregações de missionários catequizadores, até o período atual passando pela criação de entidades governamentais e convenio com o Summer Institute of Linguistics (SIL), ditas de proteção aos índios e tendo em vista a catequização dos mesmos. Numa nova fase, a criação de organizações indigenistas não-governamentais e de projetos alternativos de educação escolar, algumas pelos próprios indígenas, propiciou um maior reconhecimento e valorização das questões educacionais, particularmente, a partir da década de 80, Século XX culminando com a Constituição de 1988. Em cada fase histórica destacada, nossa pesquisa mostrou como a Matemática foi tratada na educação escolar indígena, influenciada que foi pela cosmovisão política de cada época mencionada. A nossa vasta experiência, autores deste texto, na educação escolar indígena, na área de Matemática, trabalhando com mais de uma dezena de etnias no sentido de formar o professor indígena para assumir a escola nas respectivas aldeias, nos permite apresentar alguns recortes do trabalho que realizamos com propostas educacionais diferenciadas para cada etnia e enriquecidas à medida que compreendemos melhor suas necessidades e aspirações. Para concluir e buscar respostas para uma série de perguntas formuladas e ainda não respondidas acreditamos que a proposta que leva em conta a formação do Professor Pesquisador na qual o professor indígena tem condições de elaborar uma proposta pedagógica apropriada e coerente com a cultura de sua etnia é a mais viável para o atual momento histórico dessa educação. Como pesquisadores e educadores matemáticos nos é possível dizer que vivenciamos parte dessa história, pois fazemos parte do grupo dos primeiros matemáticos que se ocuparam desse tema, com vasto trabalho de campo em área indígena.

Tipo de Registro:Contribución a Actas de Congreso
Términos clave:01. Sistema educativo > Política educativa
11. Educación Matemática y otras disciplinas > Historia de la Educación Matemática
04. Alumno > Diversidad > Origen étnico-raza
Nivel Educativo:_Ningún nivel educativo
Código ID:22811
Depositado Por:Monitor Funes 3
Depositado En:14 Dic 2020 18:28
Fecha de Modificación Más Reciente:14 Dic 2020 18:28
Valoración:

Personal del repositorio solamente: página de control del documento


Comentarios

Agregar Comentario